OAB Piauí denuncia condições insalubres nas celas da Central de Flagrantes de Teresina

03/02/2021 13h38


Fonte G1 PI

Imagem: José Marcelo/G1Central de Flagrantes de Teresina.(Imagem:José Marcelo/G1)Central de Flagrantes de Teresina.

Representantes da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH) da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI) realizaram uma vistoria na Central de Flagrantes na segunda-feira (1). Segundo a presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos da OAB-PI, Conceição Carcará, as celas do local estão lotadas e precárias, sem condições de abrigar pessoas.

Procurada pelo G1, a Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI) ainda não se posicionou.

Segundo Conceição Carcará, durante a vistoria a comissão encontrou instalações precárias, celas sem luminosidade natural ou artificial e muita sujeira.

“Verificamos que de cinco a seis detentos ficam em um cubículo molhado e com mau cheiro, que não tem energia elétrica nas celas. Também recebemos a informação de que um dos detentos, que é deficiente, está com Covid-19 e tuberculose. É uma situação precaríssima”, disse.

A vistoria aconteceu após a Comissão receber denúncias sobre as condições insalubres no local. As irregularidades constatadas durante a fiscalização serão reunidas num relatório que será encaminhado para o Ministério Público do Piauí (MP-PI), Secretaria de Justiça (Sejus) e Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI).

Confira as últimas notícias sobre Teresina: florianonews.com/teresina
Siga @florianonews e curta o FlorianoNews

Tópicos: secretaria, celas, vistoria