Quase 900 mil piauienses estão endividados e dívidas ultrapassam R$ 2,5 milhões, diz Serasa

28/02/2023 08h45


Fonte G1 PI

Imagem: Marcelo Camargo/Agência BrasilQuase 900 mil piauienses estão endividados e dívidas ultrapassam R$ 2,5 milhões, diz Serasa.(Imagem:Marcelo Camargo/Agência Brasil)Quase 900 mil piauienses estão endividados e dívidas ultrapassam R$ 2,5 milhões, diz Serasa.

No Piauí, 866 mil pessoas estão inadimplentes, segundo o levantamento divulgado pela Serasa nesta segunda-feira (27). No estado, somam R$ 2.540.502,00 de dívidas em aberto. O valor médio de dívida na região é de R$ 1.195,50 por pessoa. Os dados são de janeiro deste ano.

Segundo a Serasa, a maior causa de inadimplência no Piauí são bancos e cartões (33%). Em seguida, são contas básicas, como água, luz e gás, com 17,25%, e o varejo, com 13,89%.
Inadimplência no Brasil

O país apresenta 70,09 milhões de endividados e R$ 252 milhões de dívidas ativas registradas no mês de janeiro pelo Mapa da Inadimplência e Negociação de Dívidas da Serasa.

O valor médio da dívida do brasileiro inadimplente é de R$ 4.612,28, um aumento de 2,6% comparado a dezembro de 2022, e o volume total da cifra devedora chega a R$ 323 bilhões, mais de 3% de crescimento em relação ao mês anterior.

Os segmentos que mais concentram dívidas entre os brasileiros são:

  • Bancos e cartões: 29,6%
  • Utilities/contas básicas de água, luz e energia: 21,5%
  • Empresas varejistas: 11,3%

Feirão Serasa Limpa Nome

A Serasa lançou, em todos os seus canais digitais, um novo mutirão nacional de negociação, com descontos e benefícios que estimulam e facilitam o pagamento de dívidas. O Feirão Serasa Limpa Nome iniciou nesta segunda (27) e reúne 425 empresas com descontos que chegam a até 99%.

São empresas de inúmeros segmentos como bancos, empresas que compram dívidas, financeiras, varejo, universidades e outros, que estão disponibilizando um total de 365 milhões de ofertas de negociações.

A negociação das dívidas pode ser realizada no site da Serasa, no aplicativo ou através do número 0800 591 1222, ou WhatsApp 11 99575–2096.

Também é possível realizar a consulta e negociação das dívidas presencialmente nas mais de 11 mil agências dos Correios espalhadas pelo país, que oferecem as mesmas condições mediante o pagamento de uma taxa de R$ 3,60.

Tópicos: empresas, bancos, serasa