Aftosa: Sada e Adapi esperam vacinar 95% do rebanho piauiense na segunda etapa da campanha

18/11/2023 15h46


Fonte Governo do Piauí

Imagem: DivulgaçãoA meta é imunizar aproximadamente 700 mil cabeças de gado, bovino e bubalino, de 0 a 24 meses.(Imagem:Divulgação)A meta é imunizar aproximadamente 700 mil cabeças de gado, bovino e bubalino, de 0 a 24 meses.

Nesta sexta-feira (17), foi realizada a solenidade oficial de lançamento da Segunda Etapa da Campanha de Vacinação Contra Febre Aftosa. A meta é imunizar aproximadamente 700 mil cabeças de gado, bovino e bubalino, de 0 a 24 meses, que é a faixa etária vacinável nessa etapa, em todo o Piauí. O momento simbólico aconteceu na sede da Fazenda Canadá, situada a 12 km do povoado Bom Jardim, no município de Nazária-PI.

Representantes da Secretaria de Estado da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária (Sada), da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (Adapi) e do Ministério da Agricultura Pecuária (Mapa) se juntaram aos produtores e vacinaram o rebanho da propriedade. As autoridades reforçaram a importância de atingir um alto índice de vacinação para que o Piauí receba a classificação de Estado livre da Aftosa sem vacinação.

A campanha é direcionada à imunização de bovinos e bubalinos de 0 a 24 meses, porém os criadores que não possuem animal em idade vacinal devem comparecer também às unidades da Adapi, para realizar a atualização cadastral.

"A gente quer que os criadores compareçam para atualizar espécies de bovinos, bubalinos, caprinos, suínos, aves, ovinos... o que ele criar, ele tem que atualizar na propriedade, além do CAR – para ter a geolocalização na propriedade", destacou Simone Pereira, coordenadora do Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa.

"Hoje quero fazer mais um apelo para todo o pequeno, médio e grande produtor: vacine seu rebanho que tem entre 0 a 24 meses. Estamos na data de hoje fazendo um lançamento simbólico, com relação à segunda etapa da vacinação contra Aftosa. É muito importante para nosso Estado ter um índice alto de vacinação, o ideal é que todo rebanho fosse vacinado, mas acima de 95% é algo importantíssimo, para que possamos apresentar esses resultados para o Ministério da Agricultura e dizer que o Piauí cumpriu com sua obrigação em relação ao alto índice de vacinação", frisou Fábio Abreu, secretário da Sada.

Idílio Moura, gerente de Defesa Animal da Adapi, relembrou o excelente resultado da vacinação no Estado na primeira etapa da campanha deste ano, quando o Piauí superou 95% de cobertura, ultrapassando a meta do Ministério da Agricultura. "Nós queremos manter esse patamar, e fazemos aqui o chamamento a você, criador, que vacine os seus animais, procure o escritório da Adapi para fazer a declaração da vacina até o dia 15 de dezembro, ou faça de forma on-line, no sistema informatizado de Defesa Agropecuária da Adapi. Reforçamos a importância do Piauí alcançar esse índice, para que, em um futuro bem próximo, o Piauí se torne área livre de Febre Aftosa sem necessidade de vacinar. Estamos aguardando apenas um parecer, uma resposta do Mapa, para o nosso pleito do Estado do Piauí", disse.

Confira as últimas notícias sobre Piauí: florianonews.com/piaui
Siga @florianonews e curta o FlorianoNews