Prefeito Antônio Reis destaca a importância da campanha Setembro Amarelo

28/09/2022 16h00

Da redação do FlorianoNews redacao@florianonews.com


Imagem: FlorianoNewsClique para ampliarPrefeito de Floriano, Antônio Reis(Imagem:FlorianoNews)Prefeito de Floriano, Antônio Reis

Na manhã desta quarta-feira (28), foi realizada pela Secretaria Municipal de Saúde com o apoio da Prefeitura Municipal de Floriano, uma caminhada pela valorização da vida. A ação faz parte das atividades desenvolvidas durante a campanah Setembro Amarelo, que tem como objetivo, prevenir os casos de suicídio relacionados à depressão e outras causas emocionais.

O prefeito de Floriano, Antônio Reis, participou do evento e destacou a importância da atividade para despertar na sociedade que a depressão é um problema de saúde pública e que é preciso refletir sobre suas consequências.

"Todo dia é dia de combate ao suicídio e toda vida é importante. Estamos aqui fazendo nossa parte, despertar para que as pessoas possam procurar pelos nossos profissionais que estão presentes na nossa estrutura para ajudá-los. Estamos tentando conduzir da melhor forma possível esse desejo que algumas pessoas apresentam de tirar sua própria vida. Na verdade esse mês é só um despertar, mas esse programa acontece regularmente em toda a estrutura do CAPS e das Unidades Básicas de Saúde, é só procurar os nossos profissionais que serão atendidos sem pagar nada, é um trabalho que o município faz para atender as pessoas em todas as áreas e que precisam de ajuda", afirmou o prefeito.

Dados sobre suicídio

O suicídio é um importante problema de saúde pública, com impactos na sociedade como um todo. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde - OMS, todos os anos, mais pessoas morrem como resultado de suicídio do que HIV, malária ou câncer de mama - ou guerras e homicídios.

Entre os jovens de 15 a 29 anos, o suicídio foi a quarta causa e morte depois de acidentes no trânsito, tuberculose e violência interpessoal. Trata-se de um fenômeno complexo, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, sexos, culturas, classes sociais e idades.

As taxas variam entre países, regiões e entre homens e mulheres. No Brasil, 12,6% por cada 100 mil homens em comparação com 5,4% por cada 100 mil mulheres, morrem devido ao suicídio. As taxas entre os homens são geralmente mais altas em países de alta renda (16,6% por 100 mil). Para as mulheres, as taxas de suicídio mais altas são encontradas em países de baixa-média renda (7,1% por 100 mil).

Confira as últimas notícias sobre Floriano: florianonews.com/floriano
Siga @florianonews e curta o FlorianoNews

Tópicos: prefeito, caminhada, amarelo