Corisabbá será denunciado no TJD-PI por escalação irregular de atletas contra Comercial-PI

07/03/2023 11h43


Fonte ge.globo.com

Imagem: Weslley Douglas/Fluminense E.C.Uberaba, zagueiro do Corisabbá.(Imagem:Weslley Douglas/Fluminense E.C.)Uberaba, zagueiro do Corisabbá.

A procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí (TJD-PI) irá apresentar denúncia contra o Corisabbá por suposta escalação irregular dos jogadores Uberaba e Márcio Adriano no último fim de semana, quando a equipe enfrentou o Comercial-PI pela 12ª rodada do Campeonato Piauiense. A informação foi confirmada pelo procurador Deodato Vieira Neto. Em caso de condenação, o time de Floriano pode entrar na zona de rebaixamento do Campeonato Piauiense.

A informação da suposta irregularidade foi encaminhada ao TJD via ofício pela Federação de Futebol do Piauí na tarde de segunda-feira e a denúncia deve ser oficializada pela procuradoria ainda nesta terça. Segundo o entendimento da procuradoria, os dois atletas citados não deveriam ter sido relacionados por terem sofrido na cartão vermelho no jogo anterior, disputado uma semana antes contra o Fluminense-PI.

- Conforme o regulamento da competição, com fulcro nos arts. 21 e 22, os dois jogadores deveriam cumprir suspensão automática de 01 jogo. No entanto, no jogo seguinte, ambos os atletas da Associação Atlética Corisabbá foram irregularmente escalados – explica o procurador Deodato Neto.

Confira abaixo o que dizem os caputs dos artigos citados

Art. 21 - O atleta que for advertido com 03 (três) cartões amarelos, cumprirá suspensão automática de 01 (um) jogo.

Art. 22 – O jogador expulso de campo terá obrigatoriamente que cumprir a suspensão automática de 01 (um) jogo, de acordo com o determinado pela CBF e FIFA.

Clube irá apresentar defesa
Imagem: Eliel Assunção/Nova TV Floriano  Anderson Kamar, Treino do Corisabbá.(Imagem:Eliel Assunção/Nova TV Floriano ) Anderson Kamar, Treino do Corisabbá.

O ge entrou em contato com o presidente do clube, Anderson Kamar. Segundo ele, foi seguido o entendimento do diretor responsável pela parte de registros, Anderson Campos, e o clube irá apresentar sua defesa na sexta.

- Nosso diretor estava conversando com a federação e passou para nós que os atletas estavam apto a jogar. Eu confiei na palavra do meu diretor – resumiu Anderson Kamar.

Após a denúncia ser oficializada, o clube será julgado pela Comissão Disciplinar do TJD-PI, e a previsão é que o julgamento ocorra ainda nesta semana. Caso seja condenado, o Corisabbá pode perder três pontos, conforme o art. 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. O clube ocupa atualmente a sexta posição do Campeonato Piauiense com 14 pontos, dois acima da zona de rebaixamento.

Tópicos: jogo, clube, corisabb?