Corinthians faz pior temporada como mandante desde inauguração da Arena

06/06/2021 08h00


Fonte 180graus.com

Imagem: ReproduçãoCorinthians faz pior temporada como mandante desde inauguração da Arena(Imagem:Reprodução)Corinthians faz pior temporada como mandante desde inauguração da Arena

O Corinthians enfrenta o América-MG, após perder na estreia para o Atlético-GO por 1 a 0, mesmo adversário que o venceu pela ida da Copa do Brasil no meio de semana, 2 a 0. O jogo acontece neste domingo, às 16h, no estádio Independência, em Belo Horizonte, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

A temporada 2021 não vem sendo fácil para o torcedor do Corinthians. Eliminado pelo maior rival na semifinal do Campeonato Paulista e sem sequer passar pela fase de grupos da Copa Sul-Americana, o time paulista vê problemas até em uma das suas maiores forças nos últimos anos: a Neo Química Arena.

Desde que a inauguração do estádio em 2014, nunca o alvinegro havia perdido tantos pontos atuando dentro de casa. Na temporada 2021, o Corinthians atuou como mandante 15 vezes: venceu seis, empatou quatro e foi derrotado em outros quatro. Os 22 pontos conquistados representam aproveitamento de 48%.

Embora o clube entenda esse movimento como sinal de respeito pelo quarteto, a situação frustra membros dos estafes dos jogadores ouvidos pela reportagem.

As situações de Willian e Rony são as mais claras. Bigode e Palmeiras já têm conversas praticamente encerradas positivamente. No caso de Rony, por mais que ainda haja um impasse quanto a uma cláusula de aumento anual, a extensão contratual deve vir a acontecer. Já Melo e Jailson têm circunstâncias diferentes.

O veterano goleiro, que completa 40 anos no mês que vem, deve mesmo deixar o Palmeiras. Já quanto a Felipe Melo, há uma divergência de expectativas.

Felipe, de 37 anos, não esconde o fato de que gostaria de seguir no Palmeiras por mais dois anos, com contrato até o fim de 2023, e talvez encerrar sua carreira no clube. Mas no departamento de futebol existe a avaliação de alguns profissionais de que o mais adequado seria renovar inicialmente por uma temporada e reavaliar a situação em um ano.

O veterano tem grande ascendência sobre o grupo e a confiança de Abel Ferreira.

Não por acaso, ele é o primeiro capitão do time, à frente de Gustavo Gómez, na hierarquia. Desse modo, a decisão sobre o que será de seu futuro tem peso importante no elenco, o que também explica a cautela da diretoria com a questão.