Piauí é o único estado a atingir meta de ampliar a oferta de educação de jovens e adultos integrada

28/02/2024 17h16


Fonte Governo do Piauí

Imagem: DivulgaçãoO Estado ultrapassou a meta estabelecida pelo PNE de oferecer, no mínimo, 25% das matrículas de EJA, nos ensinos fundamental e médio, integrada à educação profissional, técnica e t(Imagem:Divulgação)O Estado ultrapassou a meta estabelecida pelo PNE de oferecer, no mínimo, 25% das matrículas de EJA, nos ensinos fundamental e médio, integrada à educação profissional, técnica e t

A Secretaria da Educação (Seduc) promoveu um salto expressivo na Educação de Jovens e Adultos integrada à Educação Profissional (EJA TEC), em 2023. Segundo os dados do Censo Escolar, realizado pelo Ministério da Educação (MEC) e coordenado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 27,6% da oferta de EJA é integrada à educação profissional, fazendo do Piauí o único estado brasileiro a cumprir a meta 10 do Plano Nacional de Educação (PNE).

Somente com a oferta da rede estadual de educação, o Estado ultrapassou a meta estabelecida pelo PNE de oferecer, no mínimo, 25% das matrículas de educação de jovens e adultos (EJA), nos ensinos fundamental e médio, na forma integrada à educação profissional, técnica e tecnológica. Em 2023, o EJA TEC esteve presente em 64 escolas estaduais, beneficiando mais de 26 mil estudantes com 20 cursos em áreas como gestão, saúde e tecnologia da informação.

O secretário da Educação, Washington Bandeira, ressaltou que os números são resultados de um trabalho iniciado no primeiro ano do governo Rafael Fonteles e demonstram o compromisso em fazer da educação do Piauí uma referência nacional. "Em apenas um ano de gestão, conseguimos bater a meta 10 do PNE. Esse salto significativo reflete o empenho conjunto em proporcionar oportunidades de formação técnica e profissional, fortalecendo o cenário educacional do estado. O EJA TEC resgata a dignidade de pessoas que estavam fora da escola por algum motivo e faz com que elas voltem a sonhar com a transformação de suas vidas e de suas famílias", frisou o gestor.
Imagem: DivulgaçãoWashington Bandeira(Imagem:Divulgação)Washington Bandeira

De acordo com Washington Bandeira, em 2024 a Seduc ampliou de 64 para 355 o número de escolas com oferta de EJA integrada à educação profissional. “Estamos quintuplicando o número de escolas de EJA com oferta de novos cursos técnicos totalmente conectados com o mundo do trabalho contemporâneo e as potencialidades do Piauí, como, por exemplo, energias renováveis, informática para internet, marketing digital, pesca com ênfase em processamento de pescados”, afirmou o secretário.

O gestor destacou que investir no EJA TEC vai ampliar as oportunidades de acesso à educação e ao mundo do trabalho. “Nossa meta é trazer de volta aqueles que por algum motivo não conseguiram concluir os estudos na idade certa e abrir portas para o mercado de trabalho, gerando mais e melhores oportunidades de emprego para essas pessoas”, finalizou Washington Bandeira. 

Tópicos: estado, escolas, educa??o