Enrico Di Miceli, Patrícia Bastos e Joãozinho Gomes expõem "timbres e temperos" do Amapá em disco em

24/11/2021 16h47


Fonte G1

Imagem: DivulgaçãoEnrico Di Miceli, Patrícia Bastos e Joãozinho Gomes(Imagem:Divulgação)Enrico Di Miceli, Patrícia Bastos e Joãozinho Gomes

Assim como os artistas do sul do Brasil, os cantores e músicos residentes em Macapá constroem carreiras sólidas longe demais das capitais. Radicados na capital do Amapá, o violonista, compositor e cantor paraense Enrico Di Miceli, o poeta, escrito e cantor (também) paraense Joãozinho Gomes e a cantora amapaense Patrícia Bastos se unem em trio e lançam disco com os sons da região.

O álbum Timbres e temperos aporta nos aplicativos de música na sexta-feira, 26 de novembro, com título que celebra Luli & Lucina, dupla que lançou em 1984 um disco intitulado Timbres temperos, dois anos após abrir parceria com Joãozinho Gomes.

Enrico Di Miceli e Joãozinho Gomes já têm um álbum em dupla, Amazônia elegância, gravado em 2009 e lançado em 2010. Foi nessa época, aliás, que germinou a ideia de um álbum do trio que unisse o violão de Enrico e a poesia de João com o canto de Patrícia Bastos em músicas que versassem sobre a cultura e a história amapaense.

Timbres e temperos é o álbum que concretiza a ideia, tendo sido orquestrado sob direção musical do músico e compositor paulistano Dante Ozzetti, autor dos arranjos. Dante toca violão e guitarra no disco, embasado com a percussão do Trio| Manari e ornado com os toques da guitarra de Guilherme Held e do baixo de Fi Maróstica, músicos também arregimentados na cena de São Paulo.

O repertório do álbum Timbres e temperos transita por ritmos do Amapá, como o batuque e o marabaixo, e por gêneros musicais da vizinha Guiana Francesa, casos do cacicó e do zouk.

As músicas que compõem o repertório do álbum Timbres e temperos são Dançando com Oxum (Enrico Di Miceli e Joãozinho Gomes), Mandala a Mandela (Enrico Di Miceli, Cleverson Baia e Joãozinho Gomes), Encontro dos tambores (Enrico Di Miceli, Leandro Dias e Joãozinho Gomes), Estamparia (Enrico Di Miceli e Jorge Andrade), Maniva (Enrico di Miceli e Joãozinho Gomes), A Chiquinha é chique (Enrico Di Miceli e Joãozinho Gomes), O meu coração Benedito (Enrico Di Miceli e Joãozinho Gomes), Timbres e temperos (Enrico Di Miceli e Joãozinho Gomes), Amo à beça (Enrico Di Miceli e Joãozinho Gomes) e Filosofia fula (Enrico Di Miceli e Joãozinho Gomes).

Para ler mais notícias do FlorianoNews, clique em florianonews.com/noticias. Siga também o FlorianoNews no Twitter e no Facebook

Tópicos: disco, temperos, timbres