Agostinho dos Santos, intérprete original de Manhã de Carnaval, tem vida documentada em filme

26/01/2021 18h49


Fonte G1

Imagem: ReproduçãoClique para ampliarFaltavam cerca de dez minutos para Boeing 007 de prefixo PP-VJZ, da Varig, pousar no aeroporto de Orly, em Paris ? destino do voo 820, procedente da cidade do Rio de Janeiro (RJ)(Imagem:Reprodução)
Faltavam cerca de dez minutos para Boeing 007 de prefixo PP-VJZ, da Varig, pousar no aeroporto de Orly, em Paris – destino do voo 820, procedente da cidade do Rio de Janeiro (RJ) – quando o avião pegou fogo e aterrissou de emergência em plantação de cebolas.

Nada menos do que 123 pessoas morreram asfixiadas no acidente. Martinho da Vila poderia ter sido uma delas se não tivesse sido alocado para outro voo. Sem a mesma sorte de Martinho, o cantor paulista Agostinho dos Santos (25 de abril de 1932 – 11 de julho de 1973) embarcara no voo.

Vítima fatal do acidente, Agostinho teve a aveludada voz calada precocemente aos 41 anos nas imediações da cidade de Paris, capital da França, país onde, há 14 anos, ganhara projeção internacional como intérprete original das músicas Manhã de Carnaval (Luiz Bonfá e Antonio Maria, 1959) e A felicidade (Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, 1959), gravadas para a trilha sonora original do filme francês Orfeu negro (1959).

Cantor revelado na era do rádio e do samba-canção, tendo iniciado a carreira nos anos 1950 como crooner da orquestra regida pelo pianista e maestro Osmar Milani, Agostinho dos Santos tem a vida e obra contadas em documentário intitulado Agostinho e já em fase de edição.

Filmado sob direção de Ney Inácio, o documentário tem depoimentos exclusivos de nomes como Marcos Valle, Martinho da Vila, Milton Nascimento, Roberto Menescal, Ruy Castro, Sergio Mendes, Toquinho e Zuza Homem de Mello (1933 – 2020).

Imagens de arquivo – algumas raras, como um especial de Agostinho com Alaíde Costa – e depoimentos são costurados no roteiro com takes de show documental produzido por Thiago Marques Luiz no Teatro Cacilda Becker, em São Paulo (SP), com as presenças de cantores como Agnaldo Timóteo, Claudette Soares, Edith Veiga, Moacyr Franco e Roberto Luna.

Ney Inácio filmou o documentário Agostinho com o aval de Nancy dos Santos, única filha do cantor, morta no ano passado.


Confira as últimas notícias sobre Cultura: florianonews.com/cultura
Siga @florianonews e curta o FlorianoNews

Tópicos: santos, martinho, agostinho