"Primeira coisa que eu faço quando eu acordo é fumar um baseado", diz Luana Piovani

23/05/2024 07h28


Fonte O Globo

Imagem: DivulgaçãoLuana Piovani falou sobre o uso da substância em entrevista a site especializado.(Imagem:Divulgação)Luana Piovani falou sobre o uso da substância em entrevista a site especializado.

Luana Piovani, 47 anos, atriz de diversos sucessos para televisão e para o teatro, comentou sobre uso da maconha no seu dia a dia. Em longa entrevista à revista "Breeza", especializada no universo da cannabis, que será divulgada nos próximos dias, a artista falou sobre o que a cannabis oferece, seu dia a dia e momentos especiais em meio ao uso. Aqui você lê alguns trechos do bate-papo:

O que a cannabis te oferece? O que só ela faz por você?

Ela ela abre uma porta de cumplicidade minha para comigo. Eu consigo ouvir a minha intuição melhor, eu me silencio mais. A "Timbalada" que eu tenho na cabeça dá uma pausa para tomar água.

O que você gosta de fazer após fumar um cigarro de maconha?

Viver. Eu só não faço teatro, eu vivo. A primeira coisa que eu faço quando eu acordo é fumar um baseado, antes de acordar os meus filhos. Eu acordo antes de acordar os meus filhos, fumo um baseado ou a ponta que ficou ali, e aí eu começo meu dia. Porque eu já acordo ai a timbalada. Dá uma pausa, vai tomar água, daí eu vou olhar minha agenda, vejo se aquilo tá combinando com o meu humor do dia. Normalmente eu não faço um baseado de manhã, né? Eu vou fumar a ponta do que ficou de ontem. Daí eu vou fazer meu primeiro baseado, daí eu vou malhar, vou fazer minha ioga ou vou ler, vou estudar um pouco, e assim vai.

Então é um "cigarro" por noite?

Eu acho que eu fumo uns dois baseados por dia em épocas normais. Em épocas de "B.O." (problemas), eu fumo uns quatro, cinco.

E transar depois de fumar é algo que te agrada?

Curto muito, curto muito, mas meu namorado não fuma. Desperta todos os sentidos, e é por isso que eu gosto da maconha, porque ela restabelece meu modus operandi, eu consigo amenizar a minha inquietude e consigo aflorar o que em mim tem de melhor, que é a minha criatividade, minha imaginação, minha sensibilidade. Então tudo é bom… ouvir música, estudar, dançar, namorar, se arrumar pra encontrar o namorado... 

Para ler mais notícias do FlorianoNews, clique em florianonews.com/noticias. Siga também o FlorianoNews no Twitter e no Facebook

Tópicos: fumar, cannabis, baseado