Wellington anuncia decreto para manter comissionados interinos

27/12/2018 14h00


Fonte CidadeVerde.com

Imagem: CidadeVerde.comClique para ampliarGovernador Wellington Dias (PT)(Imagem:CidadeVerde.com)Governador Wellington Dias (PT)

O governador Wellington Dias (PT) reavaliou a decisão de exonerar os servidores comissionados no início do ano. Como a proposta de reforma administrativa só deve ser encaminhada para a Assembleia em fevereiro, o governo prepara um decreto mantendo os comissionados até março de 2019.

Segundo o governador, a medida é necessária para manter o estado funcionado. A proposta só será votada quando a Assembleia montar as comissões legislativas. Isso deve ocorrer apenas em março.

"Estou fazendo um decreto. Estou no encerramento do mandato em que todos os cargos de comissão - secretários, dirigentes de empresas, autarquias, diretores e assessores - ou seja, todos que estão em cargo de comissão para não perder a continuidade serão mantidos. Vou seguir precisando deles como colaborador e vão permanecer como interinos. Tomei a decisão de encaminhar para a Assembleia, em fevereiro, um projeto que faz uma alteração no organograma do Estado. Algumas áreas serão fundidas, outras alteradas, e quero fazer a nomeação definitiva já com base no novo organograma. O objetivo é combinar a estrutura do Estado com as necessidades do programa do governo que apresentamos em 2018",
destacou.

Sobre a reforma, Wellington Dias revela que se reuniu com a equipe administrava para fechar pontos como as despesas com pessoal e contratos.

"O projeto não está concluído. Ontem tivemos uma reunião é tratamos de mudanças na área administrativa. O objetivo é ter uma área especializada na centralização de todas as despesas que dirão respeito a pessoal, sejam concursados ou aqueles que foram incorporados ao quadro com base na Constituição de 1988... A mesma coisa na área de custei. Já temos o controle de combustível, energia, água e a ideia é de poder ter uma forma moderna para todas as áreas. Regime de preço para não ter dificuldades na hora de comprar uma ambulância ou equipamento ou material do dia a dia. É preciso garantir um sistema simultâneo e as necessidades do estado".

O governador também respondeu às críticas dos servidores a nova tabela de pagamento. Segundo ele, ela poder á ser revista nos próximos anos.

"O lado bom é que cumprimos a tabela de 2018 e temos a obrigação de fazer com responsabilidade. Espero que o ano de 2019 seja melhor do que o ano de retomada da economia. Que possamos ter investimento com dinheiro circulando. É uma interligação. Estamos fazendo um trabalho com muita responsabilidade para manter esse compromisso de organizar a folha. Temos três receitas importantes que é a do dia 10, 15 e 30. É dentro desse fixo das receitas organizamos para darmos mais segurança no pagamento da tabela. Não apenas para os servidores, mas para o comércio, os serviços, enfim a necessidade de ter um.plano que mês a mês se saiba a data dos pagamentos. É isso que asseguramos. Se tiver sinal positivo poderemos refazer a tabela. Meu desejo é que em 2020 ou 2021 possamos puxar a tabela para mais próximo do mês anterior", disse.

Rodoanel

O governador Wellington Dias visitou a obra do Rodoanel na manhã desta quinta-feira (27). A previsão é que a obra possa ser entregue no mês de janeiro. A data ainda não foi definida. Vai depender da agenda administrativa do governador.

“Fico muito feliz de voltar à obra do anel viário que é muito importante não só para o Piauí, mas também, para o Brasil. Um grande aglomerado urbano. Uma obra que tem investimento na ordem de R$ 130 milhões entre obra e indenização. A parte relacionada a projeto e supervisão. Obra teve financiamento de empréstimos. Tivemos a geração de emprego e retira do centro de Teresina uma carga pesada e trânsito que vem do Sul do país”
, destacou.

Veja mais notícias sobre Política, clique em florianonews.com/politica