Simone Tebet diz que Lula lançará novo PAC e recebe demandas do Piauí para o PPA

27/05/2023 13h17


Fonte cidadeverde.com

Imagem: Renato AndradeSimone Tebet(Imagem:Renato Andrade)Simone Tebet

A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet (MDB), afirmou nesta sexta-feira (26), em Teresina, que o presidente Lula lançará um novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). No Piauí, a ministra participa de evento que define as ações prioritárias para o estado através do Fórum do Plano Plurianual (PPA) Participativo.

Tebet está no Piauí acompanhado dos ministros do Desenvolvimento Social Wellington Dias (PT) e Márcio Macêdo da Secretaria-Geral da Presidência da República.

“Nós não temos dinheiro para os próximos três anos colocar em prática todos os programas que a população brasileira quer e que os governadores querem. Mas, será possível fazer muita coisa, porque além do planejamento participativo, o presidente Lula vai apresentar ao Brasil um novo PAC em uma parceria com a iniciativa privada para, por exemplo, escoar a produção do Piauí como o milho, o Porto que eu sei que vocês têm condições de ter aqui e que encurta distâncias e gera dinheiro”, declarou a ministra.

O Piauí recebe a plenária do Fórum do Plano Plurianual (PPA) Participativo, que tem um cronograma nos 26 estados mais o Distrito Federal até o final do mês de junho. O objetivo é reunir propostas da população para o estado que serão contempladas no plano nos próximos quatro anos do governo do presidente Lula (PT).

O evento aconteceu no Centro de Convenções, no Centro da cidade.

Em coletiva de imprensa, Simone Tebet foi sincera e explicou que todas as propostas que estarão no Plano Plurianual, ou seja, no planejamento, virão das plenárias. Mas, adiantou que não é possível que o orçamento contemple todas os pedidos feitos nos estados.

Segundo informações divulgadas pelo Governo Federal, foram definidas três formas de participação: os Fóruns Interconselhos, que reúnem conselhos nacionais em diversos setores; as plenárias estaduais, que serão realizadas em todas as capitais; e a plataforma Brasil Participativo, que permitirá também participação direta.

Os usuários podem, na plataforma, elencar três programas prioritários do Governo Federal, além de apresentar três propostas e votar em outras três.

Para ler mais notícias do FlorianoNews, clique em florianonews.com/noticias. Siga também o FlorianoNews no Twitter e no Facebook