MP-PI denuncia servidores do Tribunal de Justiça por desvio de dinheiro

21/11/2015 09h09


Fonte G1PI

O Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI) instaurou procedimento de investigação criminal contra três servidores do Tribunal de Justiça do Piauí, por desvio de dinheiro público e privado. De acordo com denúncia do promotor de Justiça de Barras, Silas Sereno Lopes, os funcionários ainda teriam lesionado 13 vítimas que buscavam o serviço de registro de imóveis.

Imagem: DivulgaçãoClique para ampliarMPPI(Imagem:Divulgação)
Entre os servidores investigados está uma oficial de registro de imóveis do órgão, que se apropriou de valores do Fundo Especial de Reaparelhamento e Modernização do Judiciário Piauiense (Fermojupi). A servidora foi acusada de cometer 13 crimes por desvio de dinheiro público e privado, e cinco por falsidade ideológica.

Outros dois servidores do Tribunal de Justiça, lotados no Fórum da comarca de Barras, também foram denunciados. Eles foram acusados de apropriação de dinheiro público e privado, e por praticar falsidade ideológica.

Na investigação foram ouvidas mais de 40 pessoas e juntadas provas documentais relativas aos crimes. O Ministério Público concedeu o direito de apresentação de justificativa aos servidores denunciados, mas como os argumentos ouvidos não foram plausíveis, o procedimento não foi arquivado.

O juiz responsável pelo caso notificará todos os envolvidos na denúncia e marcará uma audiência em breve. O juiz auxiliar da Corregedoria do Tribunal de Justiça, José Airton Medeiros, informou que os funcionários já respondem processo administrativo disciplinar na Corregedoria Geral de Justiça.

Confira as últimas notícias sobre Piauí: florianonews.com/piaui
Siga @florianonews e curta o FlorianoNews