Acusado de jogar gasolina e atear fogo à companheira é condenado a 9 anos de prisão no Piauí

30/03/2022 12h11


Fonte G1 PI

Um homem acusado de jogar gasolina e atear fogo à própria companheira foi condenado a 9 anos, sete meses e 15 dias de prisão. O crime ocorreu no dia 4 de julho de 2020, no município de São João do Piauí, a 454 km ao Sul de Teresina.

Conforme a investigação policial, o acusado e a vítima mantinham um relacionamento por 17 anos, mas nos últimos cinco anos, o homem apresentava um comportamento agressivo com a mulher. A tentativa de feminicídio ocorreu após ela ter impedido que o companheiro colocasse fogo na residência, onde eles moravam com os filhos.

A mulher sofreu queimaduras de 2º e 3º grau no rosto, tronco e nas mãos, conforme o exame de corpo de delito. Ela foi socorrida por um vizinho e levada até o hospital da cidade.

O acusado foi preso nove dias depois do crime. Ele negou que ateou fogo na companheira com a intenção de matá-la e alegou que foi um acidente. Contudo, o exame de corpo de delito da vítima, os depoimentos, os registros fotográficos e os demais elementos do inquérito policial, segundo o MPPI, comprovaram a materialidade e a autoria do crime por parte do denunciado.

O homem cumprirá a pena em regime fechado, sem o direito de recorrer em liberdade.

Confira as últimas notícias sobre Piauí: florianonews.com/piaui
Siga @florianonews e curta o FlorianoNews

Tópicos: crime, acusado, homem