Polícia faz buscas por cobrador sequestrado e levado a cativeiro

10/06/2021 18h10


Fonte cidade verde

 
Imagem: ReproduçãoClique para ampliarO segundo preso foi capturado por volta do meio-dia . De acordo com a PM, ele é o dono da casa que serviu como cativeiro e também do carro usado no sequestro da vítima.
A Polícia Militar do Piauí faz buscas para localizar o cobrador Euzebio da Silva Brito, 54 anos, que foi sequestrado e levado a um cativeiro na cidade de Regeneração, no interior do Piauí. Segundo o Giordano Gonçalves, que comanda as buscas, dois suspeitos foram presos nesta quinta-feira (10) e um deles teria confessado a ação criminosa. A motivação é investigada pela Polícia Civil, mas de acordo com o relato de um dos suspeitos, o crime ocorreu porque eles queriam mais dinheiro da vítima.

"A vítima trabalhava como cobrador de uma empresa em Floriano e fazia esse trabalho na cidade de Amarante. O suspeito preso na madrugada contou que eles já estavam observando a rotina da vítima antes de atacarem. Ele conta que roubaram R$ 4 mil e trouxeram a vítima de Amarante para Regeneração, distante 18 km, para forçá-lo a sacar mais dinheiro no banco, porque acharam pouco, mas a vítima não tinha mais dinheiro", relata o comandante da guarnição.

Ainda de acordo com o relato do primeiro preso, a vítima foi trazida de Amarante para Regeneração até a uma casa que serviu de cativeiro. No local foi encontrado um pedaço de madeira com manchas de sangue.

"Ele confessou que mataram, enterraram o corpo na mata e disse que estava como olheiro. Estamos desde cedo fazendo buscas, pois é uma área muito extensa. A Polícia Civil continua investigando e vai confirmar ou não a versão dele", esclarece o militar.

O segundo preso foi capturado por volta do meio-dia . De acordo com a PM, ele é o dono da casa que serviu como cativeiro e também do carro usado no sequestro da vítima.

"Ele foi preso e está sendo interrogado. Além dele, estamos na busca do terceiro suspeito e também atrás de localizar a vítima. Vamos continuar em diligência. Os dois presos já têm antecedentes criminais", disse o cabo Giordano Gonçalves.


Confira as últimas notícias sobre Geral: florianonews.com/geral
Siga @florianonews e curta o FlorianoNews

Tópicos: acordo, buscas, amarante