Estudantes da Rede Estadual são classificados para a fase final da Olimpíada Nacional em História

24/06/2023 10h29


Fonte Governo do Piauí

Imagem: DivulgaçãoOs alunos do Centro Estadual de Tempo Integral (CETI) Raldir Cavalcante Bastos irão representar o estado do Piauí na premiação nacional da olimpíada, que acontece em São Paulo.(Imagem:Divulgação)Os alunos do Centro Estadual de Tempo Integral (CETI) Raldir Cavalcante Bastos irão representar o estado do Piauí na premiação nacional da olimpíada, que acontece em São Paulo.

Os estudantes Rômulo Amorim, Roniel Vilela e Kelvia Jamilly foram classificados para a fase final da 15ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB). Os alunos, que cursam a 3ª série do Ensino Médio no Centro Estadual de Tempo Integral (CETI) Raldir Cavalcante Bastos, irão representar o estado do Piauí na premiação nacional da olimpíada, que acontece em São Paulo no dia 26 de agosto.

Para o estudante e um dos finalistas da olimpíada, Rômulo Amorim, a conquista é fruto de um árduo trabalho de preparação. “Foram seis fases ao decorrer de seis semanas e foi um longo trabalho. Nós, como equipe, tínhamos que conciliar o tempo entre os estudos para o Enem e para a Olimpíada, então era um desafio. Mas além disso, contamos com o apoio da nossa professora de História, da gestão e de outros estudantes que ficavam nos motivando. Apesar de todas as adversidades e medos iniciais, que são comuns, conseguimos superar isso com o trabalho em equipe. A expectativa para São Paulo é a melhor. Todos merecemos esse mérito alcançado”, relata o adolescente.

Os estudantes classificados foram recebidos nesta sexta-feira (23) pelo secretário da Educação, Washington Bandeira, que, na oportunidade, parabenizou os adolescentes pela vitória alcançada. “Entendemos que o modelo pedagógico das escolas vai além da jornada das disciplinas básicas. Nas escolas de Tempo Integral, por exemplo, há um investimento no estudo orientado pelos professores, preparação para olimpíadas, recomposição de aprendizagem, lazer e cultura. Então, são diversas atividades que fixam os alunos nas escolas e melhoram os resultados de desempenho e aprendizagem”, afirmou o secretário.

Emocionada, a professora de História e orientadora da equipe finalista “Grandes Clássicos”, Júlia Castelo Branco, comemora o desempenho dos seus alunos. “Eles foram a equipe que teve o melhor desempenho do Piauí na Olimpíada Nacional de História do Brasil. A preparação deles foi árdua e difícil, mas tivemos o apoio de toda a escola. Os protagonistas de toda essa aventura foram os próprios estudantes. Eles desempenharam um papel fundamental no cumprimento de todas as provas e tarefas de maneira eficaz, tanto que estiveram acima da pontuação comparada a outras equipes. Para cada fase eles ultrapassaram de 50 a 100 pontos em cada score. Para mim, como professora, o sentimento é de orgulho”, destaca a professora.

Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB)

A Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) é um projeto de ensino de história e de divulgação científica em ciências humanas que existe há 15 anos e tem colaborado com o aprendizado de milhares de estudantes e professores. Os participantes se organizaram em equipes compostas por três estudantes regularmente matriculados no 8ª e 9ª do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, orientados por um professor da disciplina de História. A fase final presencial da olimpíada ocorrerá no dia 26 de agosto no campus da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em Campinas (SP) com a participação de 200 equipes classificadas representando os estados do país.

A 15ª Olimpíada Nacional em História do Brasil premiará alunos, professores e escolas participantes, baseando-se no resultado ponderado do desempenho das equipes nas fases on-line e nas provas da fase final. A cerimônia ocorrerá no dia 27 de agosto.


Confira as últimas notícias sobre Educação: florianonews.com/educacao
Siga @florianonews e curta o FlorianoNews

Tópicos: ensino, alunos, escolas