Maranhão doa sistema que vai centralizar licitações e compras no governo do PI

23/03/2019 08h48

Maranhão doa sistema que vai centralizar licitações e compras no governo do PI.
 O governo do Maranhão cedeu gratuitamente para o governo do Piauí um sistema informatizado que poderá centralizar os processos licitatórios e as compras do Estado. Com isso, será implantada uma comissão de licitação unificada.

“Vamos licitar uma empresa para customizar o sistema para a nossa realidade. Com esse sistema teremos muito mais controle, muito mais eficiência nas nossas licitações”,
informou o secretário de Administração e Previdência (SeadPrev), Ricardo Pontes.
Imagem: Yala SenaRicardo Pontes, secretário de Administração.(Imagem:Yala Sena)Ricardo Pontes, secretário de Administração.

O gestor explicou ainda que a tecnologia vai garantir a centralização das licitações previstas em lei desde 2016. A medida também dispensa as atuais Comissões Permanente de Licitações (CPLs), existentes em vários órgãos. “Um primeiro benefício é não precisarmos mais ter essas comissões em cada órgão. Com o sistema teremos muito mais controle sobre tudo o que se está comprando, tudo o que se está se licitando”, complementou Pontes.

De acordo com o governo, outro ponto que é fortalecido pela centralização da gestão administrativa diz respeito à transparência das contas públicas e mais agilidade no acompanhamento por parte dos órgãos de monitoramento e fiscalização como os tribunais de Justiça (TJ) e de Contas (TCE).

O governador Wellington Dias anunciou para nova gestão iniciada em 2019 a elaboração de um sistema único de integração das finanças, além do enxugamento da máquina pública com a redução de mais de 15 coordenadorias e seus cargos comissionados.
 O governo do Maranhão cedeu gratuitamente para o governo do Piauí um sistema informatizado que poderá centralizar os processos licitatórios e as compras do Estado. Com isso, será implantada uma comissão de licitação unificada.

“Vamos licitar uma empresa para customizar o sistema para a nossa realidade. Com esse sistema teremos muito mais controle, muito mais eficiência nas nossas licitações”,
informou o secretário de Administração e Previdência (SeadPrev), Ricardo Pontes.
Imagem: Yala SenaRicardo Pontes, secretário de Administração.(Imagem:Yala Sena)Ricardo Pontes, secretário de Administração.

O gestor explicou ainda que a tecnologia vai garantir a centralização das licitações previstas em lei desde 2016. A medida também dispensa as atuais Comissões Permanente de Licitações (CPLs), existentes em vários órgãos. “Um primeiro benefício é não precisarmos mais ter essas comissões em cada órgão. Com o sistema teremos muito mais controle sobre tudo o que se está comprando, tudo o que se está se licitando”, complementou Pontes.

De acordo com o governo, outro ponto que é fortalecido pela centralização da gestão administrativa diz respeito à transparência das contas públicas e mais agilidade no acompanhamento por parte dos órgãos de monitoramento e fiscalização como os tribunais de Justiça (TJ) e de Contas (TCE).

O governador Wellington Dias anunciou para nova gestão iniciada em 2019 a elaboração de um sistema único de integração das finanças, além do enxugamento da máquina pública com a redução de mais de 15 coordenadorias e seus cargos comissionados.

Fonte CidadeVerde.com

Para ler mais notícias do FlorianoNews, clique em florianonews.com/noticias. Siga também o FlorianoNews no Twitter e no Facebook

Tópicos: governo, muito, sistema