Médicos do Hospital de Floriano paralisam atendimento

22/05/2019 10h30

Médicos do Hospital de Floriano paralisam atendimento.
O deputado Gustavo Neiva (PSB), líder da Oposição, afirmou na última terça-feira (21) que praticamente todos os médicos que prestam serviços no Hospital Tibério Nunes, em Floriano, estão desde ontem parados para forçar o governo estadual a liberar recursos para o pagamento de salários e manutenção daquela casa de saúde. Os salários estão atrasados desde o mês de fevereiro.

Por conta desse atraso nos repasses, o procurador de Justiça Emir Martins Maia – que desde o ano passado abriu um inquérito para apurar as responsabilidades sobre o caso – decidiu oferecer denúncia à Justiça contra o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, para obrigá-lo a liberar os recursos.

“Não podemos conviver com tanto descaso. A gente reclama e o governo faz de conta que está tudo bem. Precisamos de recursos suficientes para manter os hospitais funcionando. Agora esperamos que a Justiça delibere o mais rápido possível”
, afirmou.

Imagem: FlorianoNewsDeputado Gustavo Neiva (PSB)(Imagem:FlorianoNews)Deputado Gustavo Neiva (PSB)

A deputada Teresa Britto (PV) concordou com o seu colega Gustavo Neiva e disse que o Hospital Getúlio Vargas tem cobrado o repasse de recursos desde 2012, o que tem dificultado o pagamento dos salários dos terceirizados e do servidores contratados a título precário. Outro fator que tem prejudicado a saúde pública é a falta de ventilador mecânico no Hospital Natan Portella.

“Não podemos continuar nessa situação, pois quem está sofrendo é a população. Vamos manter a fiscalização em todos os hospitais da rede estadual que estão com deficiência de recursos, como o Tibério Nunes, em Floriano. Não para ficar na inércia, enquanto pessoas morrem”, afirmou.


O deputado Gustavo Neiva (PSB), líder da Oposição, afirmou na última terça-feira (21) que praticamente todos os médicos que prestam serviços no Hospital Tibério Nunes, em Floriano, estão desde ontem parados para forçar o governo estadual a liberar recursos para o pagamento de salários e manutenção daquela casa de saúde. Os salários estão atrasados desde o mês de fevereiro.

Por conta desse atraso nos repasses, o procurador de Justiça Emir Martins Maia – que desde o ano passado abriu um inquérito para apurar as responsabilidades sobre o caso – decidiu oferecer denúncia à Justiça contra o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, para obrigá-lo a liberar os recursos.

“Não podemos conviver com tanto descaso. A gente reclama e o governo faz de conta que está tudo bem. Precisamos de recursos suficientes para manter os hospitais funcionando. Agora esperamos que a Justiça delibere o mais rápido possível”
, afirmou.

Imagem: FlorianoNewsDeputado Gustavo Neiva (PSB)(Imagem:FlorianoNews)Deputado Gustavo Neiva (PSB)

A deputada Teresa Britto (PV) concordou com o seu colega Gustavo Neiva e disse que o Hospital Getúlio Vargas tem cobrado o repasse de recursos desde 2012, o que tem dificultado o pagamento dos salários dos terceirizados e do servidores contratados a título precário. Outro fator que tem prejudicado a saúde pública é a falta de ventilador mecânico no Hospital Natan Portella.

“Não podemos continuar nessa situação, pois quem está sofrendo é a população. Vamos manter a fiscalização em todos os hospitais da rede estadual que estão com deficiência de recursos, como o Tibério Nunes, em Floriano. Não para ficar na inércia, enquanto pessoas morrem”, afirmou.



Fonte Alepi

Veja mais notícias sobre Floriano, clique em florianonews.com/floriano

Tópicos: floriano, hospital, recursos